CDU: Valorização do trabalho e dos trabalhadores; crescimento económico e emprego

Imprimir
Criado em terça, 15 setembro 2015, 17:23

Tendo em vista o aprofundamento da análise da situação política e social do distrito de Castelo Branco, no âmbito da campanha eleitoral para as eleições legislativas de 4 de Outubro uma a CDU, reuniu dia 14 de Setembro, com a direção da União de Sindicatos de Castelo Branco – CGTP-IN, nas instalações desta estrutura sindical, na Covilhã.

A delegação da CDU integrou Mónica Ramôa, Marisa Tavares, Casimiro Santos e Paulo Jerónimocandidatos pelo círculo eleitoral de Castelo Branco e António Cardoso da DORCB do PCP, estando presentes por parte da USCB, o Coordenador, Luís Garra, José Rocha do STAL (Sindicato dos Trabalhadores da Administração Local), Ressurreição Fernandes do STBB  (Sindicato Têxtil da Beira Baixa) e Dulce Pinheiro do SPRC (Sindicato de Professores da Região Centro).

Neste encontro sobressaiu as preocupações quanto à análise da situação do distrito e do país feita quer pela USCB, quer pela CDU, sobressaindo como principal aspeto a desvalorização do trabalho e o desemprego crescente em simultâneo com a crescente acumulação de riqueza por parte de alguns à boleia da crise e à custa dos baixos salários, em resultado das políticas de direita levadas a cabo com grande intensidade pelo governo do PSD/CDS e também pelo do PS através dos PEC,1,2 e 3.

A USCB(CGTP-IN deu a conhecer o seu Manifesto “Pelo Desenvolvimento - Pelo Trabalho com Direitos - Por uma Vida Digna” contributo para a definição de uma politica que trave o despovoamento, melhore as condições de vida dos trabalhadores e da população e potencie o desenvolvimento económico e social do distrito.

A CDU deu a conhecer o seu compromisso eleitoral para o Distrito e as soluções gerais para o país onde reafirma que entre outras medidas é urgente para o distrito de Castelo Branco e para o país a subida do salário mínimo nacional para 600 euros no início de 2016, a reposição imediata das 35 horas para os trabalhadores da administração pública e progressiva para os do sector privado, reposição imediata e integral de vencimentos, subsídios, pensões e complementos que foram retirados, uma politica assente na valorização do trabalho e dos trabalhadores, no investimento público e defesa dos serviços públicos, na aposta e defesa da produção nacional.

Uma vida melhor é possível para os trabalhadores e para o povo do distrito de Castelo Branco.

2019 Organização Regional de Castelo Branco do PCP | www.pcp.pt | Joomla Templates Free.