Promover a educação, a cultura e a investigação - ASTA

Imprimir
Criado em quinta, 13 agosto 2015, 14:47

Mónica Ramôa e Marisa Tavares candidatas da lista da CDU às eleições legislativas de 4 de outubro pelo ciclo eleitoral de Castelo Branco, reuniram hoje, 12 de agosto, com Sérgio Novo e Maria do Carmo Teixeira da ASTA, na Covilhã.

Sérgio Novo e Maria do Carmo Teixeira asseguram que no Interior muitas iniciativas culturais acontecem, não têm é tanta visibilidade como em zonas litorais, por falta de verbas para a promoção, publicidade, por falta de público, uma vez que a população é pouca e envelhecida além de haver menos possibilidades económicas, pois as pessoas do Interior ganham menos do que as do Litoral, em média. Mesmo assim, ainda há público no teatro, mas a este facto não é alheio a ação que vem sendo desenvolvida ao nível das escolas. Referiram também que as Direções Regionais de Cultura estão esvaziadas, o que constitui um constrangimento às decisões centrais poderem ser justas, pois não há conhecimento, por parte da tutela, centralmente, do que se faz no Interior. Há falta de verbas/financiamento e, com isso, a precarização dos trabalhadores nesta área é muito grande, apesar de as Associações tentarem que tal não aconteça. Não há apoio às estruturas culturais e artísticas, não há valorização dos recursos humanos. Apresentadas as propostas do PCP para a cultura, verificaram que estas vão de encontro às aspirações de quem trabalha neste domínio.

Para o PCP, a questão central do investimento na cultura e da estruturação de um Serviço Público de Cultura deve traduzir-se numa política de criação e democratização cultural, de transformação, emancipação e liberdade para a qual se propõe várias medidas e, uma delas, de urgência: garantir 1% do Orçamento de Estado para a cultura.

PCP – PEV – Soluções para um Portugal com futuro.

2018 Organização Regional de Castelo Branco do PCP | www.pcp.pt | Joomla Templates Free.