Terrenos cedidos pela CMB á Santa Casa Mesericórdia

Imprimir
Criado em segunda, 27 julho 2009, 14:14
Posição da CDU sobre a retoma do terreno cedido pela Câmara Municipal de Belmonte à Santa Casa da Misericórdia para a construção do Lar de Caria   

Face à deliberação da Câmara Municipal de Belmonte de exercer o direito de regresso do terreno cedido à Santa Casa da Misericórdia de Belmonte para a construção do Lar de Caria, a CDU considera o seguinte:

  Não sendo uma surpresa, uma vez que esta deliberação decorre do protocolo de cedência do direito de superfície do terreno para a execução do Lar de Caria, a verdade é que a mesma culmina um trajecto pouco dignificante para ambas as instituições, Câmara de Belmonte e Santa Casa da Misericórdia, na medida em que, e sem perder de vista os diferentes planos de responsabilidades o facto é que as obras foram iniciadas sem projecto e a sua execução decorreu por um largo período sem que a Câmara tivesse alguma vez intervido como era seu dever; 
  1. É hoje evidente que o Lar de Caria, equipamento essencial, foi transformado numa arma de arremesso político e esse facto prejudicou gravemente as populações pois, passados 4 anos, tudo tem de ser recomeçado;
 
  1. O anúncio de que a obra irá continuar mas sob responsabilidade da Câmara, carece de mais explicações, nomeadamente quanto ao modelo de financiamento e gestão, caso contrário estaremos uma vez mais no domínio da criação de falsas expectativas às populações e o que seria mais grave, no seu aproveitamento indevido.
 
  1. Num quadro em que fazer pior seria difícil, a CDU lamenta que se tenham perdido mais quatro anos e reafirma a necessidade da construção deste equipamento social para a melhoria da qualidade de vida da população, exigência que fizemos desde a primeira hora em que denunciámos este lamentável episódio.
 

A CDU Belmonte

2019 Organização Regional de Castelo Branco do PCP | www.pcp.pt | Joomla Templates Free.