Protesto contra o Encerramento dos CTT - São Lázaro - Covilhã

Imprimir
Criado em sexta, 31 maio 2013, 21:40

Candidatos à CM e AM e ativistas da CDU protestaram contra o encerramento criminoso, feito nas costas da população, sem qualquer aviso prévio, da Estação dos CTT de São Lázaro. Um ato cobarde, feito na calada da noite, que apanhou de surpresa os próprios trabalhadores dos CTT que só esta manhã foram informados que teriam de deslocar-se para a Estação do Pelourinho. Um ato que contou com a conivência do PSD/Carlos Pinto, que nada fez ao longo destes meses, e o silêncio cúmplice do PS, que negociou com a troika a privatização dos CTT, serviço público essencial.

protesto contra encerramento dos ctt

Os Candidatos da CDU deslocaram-se ainda à Estação do Pelourinho onde falaram com trabalhadores e com o responsável da Estação, tendo preenchido o livro de reclamações, exigindo a reabertura da Estação agora encerrada. Com este encerramento a vida das populações fica muito mais difícil, sendo agora obrigadas a deslocar-se à zona alta da cidade - será desta forma que Carlos Pinto pretende revitalizar o centro da cidade? Com mais negócio para o silo-auto e a Covibus? Esta é uma medida errada que penaliza gravemente as populações, empobrece a cidade e é uma luta que não vai parar porque os direitos das populações são para serem defendidos, afirmou José Pinto Almeida, candidato da CDU à Câmara Municipal.

Decorrente do processo criminoso de privatização dos CTT (desviando para os privados os lucros que poderiam ser distribuídos por todos os portugueses - 50,7 milhões de euros em 2012) o governo PSD/CDS prepara-se para, abandonando as pessoas e nas costas das populações, encerrar a Estação Postal de São Lázaro, na Covilhã, afastando o serviço público das populações, promovido pelo Governo PSD/CDS, pela Câmara Municipal PSD e a conivência do PS.

Recorde-se que:

Por proposta dos eleitos do PCP, a Assembleia Municipal da Covilhã, em 14 de Outubro de 2011, aprovou uma moção a condenar o encerramento e a exigir aos CTT a manutenção das Estações Postais do Tortosendo, Teixoso e São Lázaro (Covilhã).

Neste momento, em finais de Maio de 2013, no âmbito do ataque aos serviços públicos do Governo PSD/CDS e da Câmara PSD, somos confrontados com o encerramento da Estação Postal de S. Lázaro na zona baixa da cidade. A concentração dos serviços postais contraria o princípio da proximidade dos serviços públicos à população e irá obrigar os residentes em toda a zona baixa da cidade a deslocar-se ao centro da cidade com evidentes prejuízos para todos.

Serviços públicos e particulares, Advogados, Sindicatos, Tribunal, Juntas de Freguesia, Comerciantes e outros irão perder mais tempo para a expedição de correspondência ou levantamento de encomendas. Os Reformados e Pensionistas terão que deslocar-se ao Pelourinho para receberem as suas reformas em Vale Postal, pagar as faturas de água, luz ou o IRS.

Este movimento de pessoas irá provocar uma maior concentração na Estação dos CTT no Pelourinho, irá provocar um aumento considerável do tempo de espera e menos qualidade no atendimento.

Se a vida das pessoas já se encontra difícil e transformada num inferno com os cortes nos salários, pensões e reformas, com o aumento dos bens essenciais e do acesso a serviços, irá ficar mais infernizada com o encerramento da estação postal de São Lázaro.

Por isso reafirmamos o nosso protesto e a nossa discordância quanto ao seu encerramento.

Apelamos aos Covilhanenses que se manifestem na defesa da manutenção da Estação de S.Lázaro, na inscrição do seu protesto no livro de reclamações da empresa, na denúncia deste processo criminoso de privatização e na luta contra este Governo, na defesa dos Serviços Públicos e por um Governo e uma Política Patrióticos e de Esquerda!

2018 Organização Regional de Castelo Branco do PCP | www.pcp.pt | Joomla Templates Free.