X AORCB PCP - Administração Local - Carlos Miguel

Imprimir
Criado em terça, 24 maio 2016, 17:00

X ASSEMBLEIA DE ORGANIZAÇÃO REGIONAL DE CASTELO BRANCO DO PCP

21.MAIO.2016

Com o PCP, luta e confiança por um distrito com futuro!

 

ADMINISTRAÇÃO LOCAL

O poder local democrático, importante conquista de Abril continua a ser um importante meio de participação, resolução dos problemas e proximidade às populações, apesar dos sucessivos ataques a que tem sido sujeito, por via da asfixia financeira e do ataque à sua autonomia e mesmo destruição como é exemplo a extinção das freguesias em 2013. Naturalmente que no poder local também se vêem reflectidas as opções politicas de quem assume os executivos autárquicos e das sucessivas politicas nacionais. A recente criação das Comunidades Intermunicipais dividiu os concelhos do distrito por duas comunidades criando mais um obstáculo ao desenvolvimento económico e social do distrito.

Em Dezembro de 2015, no distrito de Castelo Branco, prestavam serviço na administração local, 2199 trabalhadores, menos 301 que em Dezembo de 2010, quando contava com 2500 trabalhadores, ou seja teve uma diminuição de 301 trabalhadores, menos 17.5% . Sendo que naquele período de 5 anos, nas três maiores autarquias do distrito se verificou:

No concelho de Castelo Branco diminuiiu em 26.5% o número de trabalhadores autárquicos, sendo o rácio de trabalhadores em 2015, de 6.8 por cada 1000 habitantes. Constata-se que os programas CEI, CEI+, e Estágios já atingem os 10% do total dos trabalhadores.

A autarquia da Covilhã registou também uma diminuição de 17.3% no número de trabalhadores, com um rácio de 5.6 trabalhadores por 1000 habitantes em 2015, sendo o Concelho com o menor rácio do distrito. Os CEI,CEI+; e Estágios atingem os 3% do total dos trabalhadores.

No Fundão verificou-se um incremento do número total de trabalhadores autárquicos em 4.8%. O rácio de trabalhadores por cada mil habitantes era em 2015 de 9.8. A percentagem de CEI, CEI+ e Estágios é superior a 10% do total dos trabalhadores.

Nos restantes concelhos do Distrito importa realçar:

A autarquia em que mais trabalhadores saíram para a reforma foi a Sertã, com 33.5% do total de trabalhadores. O rácio de trabalhadores por cada mil habitantes era de 13.4 em 2015. O recurso a CEI,CEI+ e Estágios é de 10% do total dos trabalhadores.

A autarquia com um rácio mais elevado por cada mil habitantes é Vila Velha de Ródão com 38.8, tendo embora perdido 7.3% dos trabalhadores por passagem à reforma. O recurso a CEI,CEI+ e Estágios é de 10% do total de trabalhadores. Neste Concelho a taxa de envelhecimento ultrapassa os 800 pontos por cada mil habitantes.

No Concelho de Proença a Nova saíram para a reforma cerca de 15.2% dos trabalhadores, com um rácio por cada mil habitantes de 17.3.É o Concelho com menos trabalhadores em regime de CEI,CEI+ e Estágios, 1% do total dos trabalhadores.

 

Carlos Miguel, membro da organização da Administração Local do PCP

2018 Organização Regional de Castelo Branco do PCP | www.pcp.pt | Joomla Templates Free.