Comunicado DORCB 26/01/2019

Imprimir
Criado em segunda, 28 janeiro 2019, 09:34

COMUNICADO

A Direcção da Organização Regional de Castelo Branco (DORCB) do PCP, reunida a 26 de Janeiro de 2019 na Covilhã, procedeu à análise da evolução da situação distrital e nacional, à planificação da sua actividade e ao estabelecimento de orientações para o trabalho do Partido no distrito.

A DORCB do PCP prosseguiu a preparação da sua XI Assembleia da Organização Regional, agendada para Abril de 2019, na Covilhã sob o lema “PCP – Avançar com a luta por um distrito com futuro”. Discutiu aspectos do Projecto de Resolução Política a levar à organização partidária e definiu como objectivos da Assembleia: aprofundar linhas de reforço do PCP no Distrito, reforçar o trabalho de direcção, ligar as organizações à vida, evoluir na estruturação da Organização do Partido em particular nas Empresas e Locais de Trabalho e avançar na responsabilização de quadros e no recrutamento. A DORCB apontou ainda como objectivos a defesa dos Trabalhadores e Populações, aprofundar o trabalho junto das organizações de massas e movimento associativo popular, assim como avançar na reflexão sobre medidas para o desenvolvimento do distrito. A Assembleia também será um contributo para a preparação os actos eleitorais de 2019.

A DORCB do PCP preparou a sua participação no Encontro Nacional do PCP “Alternativa patriótica e de Esquerda. Soluções para um Portugal com futuro” que se realizará no dia 2 de Fevereiro em Matosinhos e preparou a campanha "Andar para trás não. Avançar é preciso - Por um Portugal com futuro mais força à CDU" com o objectivo de afirmar a intervenção decisiva da luta dos trabalhadores e do PCP na defesa, reposição e conquista de direitos, bem como a necessidade de reforçar o PCP e a CDU para se ir mais longe e não recuar neste processo.

A DORCB do PCP reafirmou o alerta sobre a Lei da transferência de competências para as autarquias, resultante de um acordo entre PS e PSD, naquilo que significa de desresponsabilização do Estado das suas funções sociais, de ataque à coesão e universalidade da prestação das funções sociais do Estado e de condicionamento à capacidade resposta aos problemas das populações. Reafirmando o seu apelo à rejeição de assunção de competências que venham a ser transferidas, reclamando o inicio de um processo sério de descentralização inseparável da consideração da criação das regiões administrativas e da reposição das freguesias liquidadas contra a vontade das populações. Reivindicando ainda a recuperação da capacidade financeira dos municípios e da sua plena autonomia, que contrarie o subfinanciamento que o actual processo institucionaliza.

A DORCB do PCP apela ao desenvolvimento da luta de massas com acções a decorrer em diversas empresas e sectores e, no ano em que comemoramos o 45.º aniversário do 25 de Abril, na defesa das suas conquistas e valores, apela à mobilização e preparação da manifestação nacional de mulheres promovida pelo MDM no dia 9 de Março em Lisboa, da manifestação da juventude trabalhadora a 28 de Março e do 1.º de Maio como grande luta convergente, promovidas pela CGTP-IN.

A DORCB do PCP apela à mobilização das populações em defesa dos serviços públicos, no combate ao encerramento de Estações dos CTT, fruto de uma privatização lesiva dos interesses do país e da região e apela à participação na jornada de luta contra as portagens a realizar no próximo dia 16 de Fevereiro, em Castelo Branco, pela eliminação das portagens nas ex SCUT, extinção das parcerias publico privadas e reversão das infraestruturas rodoviárias para a gestão pública.

Covilhã, 26 de Janeiro de 2019

A Direcção da Organização Regional de Castelo Branco do PCP