Visita deputada Paula Santos a Castelo Branco

Imprimir
Criado em terça, 21 maio 2019, 08:32

 

A Deputada do PCP, Paula Santos, esteve esta segunda- feira em Castelo Branco numa visita com o objetivo de contactar com trabalhadores, divulgar as propostas da CDU na área laboral e apelar ao reforço da CDU. A Deputada contactou com os trabalhadores dos dois Call-centers da MEO, do call-center da Segurança Social, da Goucam (confecções) e Centauro (metalurgia).

Esta visita enquadra-se na continuidade do trabalho da Deputada Paula Santos que, ao longo dos últimos anos tem visitado o Distrito e tem sabido levar à Assembleia da República os problemas e aspirações dos seus trabalhadores e do seu povo.

Nos contactos feitos a deputada salientou o empenho dos deputados do PCP no Parlamento Europeu (PE) na denúncia dos ataques aos direitos dos trabalhadores, e aos interesses nacionais, no sector das telecomunicações, na sequência dos processos de liberalização.

 

Através da voz de João Ferreira, ouviu-se no PE a defesa dos trabalhadores deste sector. O PCP denunciou que o crescimento dos lucros dos grupos económicos das telecomunicações, tendencialmente multinacionais, é acompanhado pela degradação dos salários e das condições de trabalho; do crescimento da precariedade; da intensificação dos ritmos de trabalho; do ataque à contratação coletiva; do aumento da exploração.

Em Portugal, por causa da liberalização e privatização defendidas pela UE, a PT, empresa pública e nacional, que era um importante polo mundial de inovação e tecnologia, e uma referência em termos de condições proporcionadas aos seus trabalhadores, viu o seu potencial desviado para a acumulação privada. As empresas que resultaram da liberalização são um mar de precariedade laboral. A Altice segue este mesmo caminho, atacando direitos consagrados na contratação coletiva e procurando livrar-se de milhares de trabalhadores, para intensificar a exploração dos que ficam. Com a privatização, além dos lucros, o país perdeu grande parte dos impostos pagos pela PT, que agora fogem para o estrangeiro.

Foram os deputados da CDU que questionaram a Comissão sobre:

“1. Que medidas pensa tomar para reverter este caminho de generalização da precariedade na sociedade e para redirecionar o funcionamento do sector para o máximo benefício social e nacional?

2. Que avaliação faz a Comissão Europeia das práticas laborais da multinacional Altice? Que fundos da UE recebeu até ao momento esta empresa?”

A delegação da CDU reafirmou o seu firme compromisso de defesa dos direitos dos trabalhadores, dos seus interesses e aspirações, bem patente nas ações no PE, assegurando uma ligação regular e intensa aos trabalhadores, aos seus problemas e às suas lutas no nosso país, o que, a juntar ao conjunto de propostas que a candidatura do PCP-PEV comporta, implica a urgência da valorização do trabalho e a revogação das normas gravosas da legislação laboral, contrariando a convergência de PS, PSD e CDS.

2019 Organização Regional de Castelo Branco do PCP | www.pcp.pt | Joomla Templates Free.